Logística integrada: 5 fatores fundamentais para otimizar a logística da sua empresa

A otimização da logística integrada é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Afinal, não basta ter processos bem alinhados em todos os setores  se a logística, que é essencial para a satisfação do cliente, não tiver um fluxo bem controlado e produtivo.

Por mais que o seu negócio tenha as áreas responsáveis pela logística bem integradas, é preciso investir continuamente na melhoria desses processos.

Desse modo, quanto mais você cuidar da logística integrada, mais ela contribui para o aumento dos resultados.

Neste artigo, você verá a importância da logística integrada para a sua empresa, além de como investir em sua otimização.

Logística integrada: entenda a sua importância

Com a evolução das necessidades do mercado e avanço das metodologias de produção, os gestores perceberam que apenas cuidar do armazenamento e transporte de mercadorias não era o suficiente. Assim, novas formas de realizar os procedimentos logísticos foram se desenvolvendo, englobando e integrando cada vez mais as atividades.

Portanto, a logística integrada surgiu como uma solução para controlar e integrar a gestão de matéria-prima, fornecedores, armazenagem e movimentação das cargas. Ou seja, é a integralização de todos os processos logísticos, desde a origem até a entrega ao consumidor final.

Quer conhecer os principais benefícios da logística integrada? Então clique aqui.

Tendo em vista que são muitas etapas, se faz necessário otimizar os processos para que haja uma eficiência e qualidade do início ao fim. A seguir, veja 5 maneiras de trabalhar essa otimização.

5 fatores fundamentais para otimizar a logística da sua empresa

Mapeamento de processos

Mapear os processos é muito importante para compreender como todas as atividades são realizadas e qual o fluxo delas. Quanto mais visual for este mapeamento, melhor para entender como os setores e profissionais se relacionam.

Além disso, o mapeamento também é uma ótima maneira de identificar se existem falhas de integração ou comunicação. Caso haja algum gargalo ou problema no repasse de informações entre áreas, é preciso eliminá-los o quanto antes.

Integração dos setores

Esse é obviamente o fator mais importante para uma boa logística integrada. Porém, não basta integrar os setores: também é necessário implementar ferramentas e políticas que garantam que a comunicação seja clara e fluida.

Então, em vez de cada área atuar isoladamente, todas elas passam a trabalhar de forma integrada, alcançando mais produtividade na rotina.

O mesmo deve ocorrer com os fornecedores e parceiros, como as empresas responsáveis pelo transporte e escoamento dos produtos. Quanto mais alinhada a sua companhia estiver com os prestadores de serviços, mais sólida será a sua operação.

Controle dos indicadores de desempenho

O setor logístico possui vários indicadores chave de desempenho (KPI), como os indicadores de produtividade, de qualidade e de capacidade das operações. Esses índices e métricas precisam ser avaliados constantemente para a identificação de problemas e de oportunidades.

Esses indicadores também são indispensáveis para a tomada de decisão, de modo que nenhuma ação seja elaborada sem conhecimento do cenário.

Melhoramento contínuo

Se você já ouviu falar no Ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act), então sabe do que estamos falando. Este é um ciclo que consiste no planejamento,  execução, monitoramento e aperfeiçoamento das operações logísticas, garantindo que elas nunca fiquem defasadas ou mal otimizadas.

Portanto, planeje as ações desde o recebimento da carga, armazenamento até sua entrega. Depois, monitore cada tarefa em busca de falhas ou pontos fracos, atuando para melhorá-los e aperfeiçoá-los continuamente.

Investimento em parcerias estratégicas

De nada adianta ter um fluxo interno em pleno funcionamento se, ao se relacionar com os fornecedores de produtos e serviços, os objetivos, informações e prazos não estiverem alinhados. Portanto, para que você alcance a desejada otimização logística, o ideal é estabelecer uma relação de parceria.

De preferência, opte por contratos de exclusividade, em que é possível alinhar objetivos vantajosos para ambas as empresas, chegando a resultados satisfatórios.

Falando em parceria estratégica, que tal conhecer um pouco mais sobre a ROCHA? Estamos aqui para trazer resultados nas mais diversas operações logísticas, desde o planejamento das operações até a descarga dos produtos.

Para mais informações e conteúdos como esse, acompanhe o nosso blog e as nossas redes sociais: Instagram | Facebook | LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.