ROCHA E O COVID-19

Seguimos atentos, comprometidos e cuidando uns dos outros, para vencermos esta pandemia!

 

Em meio à crise mundial causada pelo Covid-19, nós da Rocha Terminais Portuários e logística, operamos com a mesma responsabilidade que nos fez navegar por muitos momentos difíceis para a humanidade nos últimos 156 anos.

Desde os primeiros momentos em que o vírus começou a ser divulgado, nós passamos a alertar nossos colaboradores e medidas internas foram tomadas para a proteção de todos.

As nossas operações são fundamentais para a comunidade, o Estado, o País e o mundo. Conforme o Decreto Federal nº 10.282 e Medida Provisória nº 926, publicado em 20 de março, o transporte e entrega de cargas em geral e serviços que suportam estas atividades, são indispensáveis ao atendimento das necessidades do país. Por isso não podemos parar. No GEXPO operamos soja e milho, que vão alimentar vários países. No GIMPO temos os fertilizantes que garantirão a próxima safra para os agricultores, além de outros granéis essenciais para o nosso país. E tão importante quanto, a operação de celulose, que é utilizada em vários produtos de primeira necessidade. No Porto Seco e Industrializados (AZ9), muitos equipamentos e aços que chegam para gerar negócios.

Sentimos orgulho, juntando-nos à força de nossas investidas, de estarmos contribuindo para a esperança de um futuro melhor e o mais breve possível.

Agradecemos a competência e engajamento de todos os colaboradores que mantém a Rocha como uma empresa sólida. Agradecemos a compreensão daqueles que estão em quarentena, que devem ter um cuidado maior com a saúde, mas que, com certeza, estão ansiosos para retornar às suas atividades e seguir a rotina de bons serviços prestados.

Mantemos nosso compromisso das melhores condições de segurança e proteção aos nossos colaboradores, bem como a comunicação transparente com orientações para você e sua família.

Nosso Comitê Interno de Prevenção e Gestão de Crise é responsável pelo monitoramento diário dos casos de COVID-19 no Brasil e pela execução de medidas preventivas baseadas nas recomendações de órgãos oficiais da saúde e autoridades sanitárias, em nossas unidades de negócio, com o intuito de mitigar as chances de contágio e propagação do vírus.

É de extrema importância que todos sigam estas orientações que foram divulgadas, para evitar situações de risco, reduzindo ao máximo o impacto em nossas vidas.

 

⚠️ Ações preventivas adotadas com aval do médico do trabalho, Dr. José Michel, Segurança do Trabalho e Gestores da Companhia:

  • Formação de um Comitê de Crise com os Gestores;
  • Circulação de vídeo gravado com Dr. José Michel Gantus, Médico do Trabalho e Coordenador do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, da Rocha Terminais Portuários e Logística, com esclarecimentos importantes sobre o Covid-19. Além de salientar, a importância do cuidado com outras doenças em destaque no estado do Paraná como o sarampo e a epidemia de dengue.
  • Informes diários com orientações sobre cuidados com higiene na empresa e em sua residência;
  • Folder distribuído para todos os colaboradores;
  • Informe para os gestores, com orientações de como conduzir as equipes: home office; revezamento de equipes e dispensa de quem está em grupo de risco;
  • Wallpaper com orientações de como manter sua estação de trabalho higienizada e evitar as chances de contágio e propagação do vírus;
  • Dicas de como se comportar em regime de quarentena;
  • Manual de orientação de trabalho em home office.

 

⚠️ Medidas preventivas adotadas em procedimentos administrativos e operacionais:

  • Disponibilização de EPI ’s (máscara, luvas, óculos e álcool em gel 70%);
  • Acompanhamento constante da saúde dos colaboradores e terceiros em atividade;
  • Direcionamento de alguns colaboradores administrativos em home office e plano de trabalho presencial reduzido e intercalado entre as equipes para reduzir o contato;
  • Reuniões, eventos ou visitas nas dependências da Rocha com a participação de público externo deverão ser suspensas ou evitadas;
  • Colaboradores em retorno de viagem de área epidêmica deverão permanecer em quarentena (07 dias) sem apresentar sintomas, antes do retorno à Companhia. O gerente imediato do empregado avaliará as possibilidades e condições para a realização de atividade de forma remota.
  • Colaboradores que apresentarem sintomas respiratórios (tosse ou dificuldades para respirar) com febre não deverão comparecer à empresa. Devem usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de Covid-19 e permanecer em casa por 7 dias. Mantendo o quadro clínico, procure uma unidade básica de saúde e converse com seu gerente imediato.

 

⚠️ Medidas preventivas para adotar logo que chegar em casa do trabalho:

  • Tire seus calçados na porta de casa;
  • Troque de roupa e coloque-as para lavar;
  • Lave as mãos e tome um banho;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como pratos, copos, talheres etc.;
  • Evite sair de casa, principalmente se estiver doente;
  • Evite contato próximo com pessoas doentes. Mantenha de 1 a 2 metros de distância entre você e alguém que esteja espirrando ou tossindo;
  • Mantenha ambientes bem ventilados;
  • Se tiver febre, gripe ou resfriado (tosse e espirro), deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de Covid-19 e permanecer em casa por 7 dias. Mantendo o quadro clínico, procure uma unidade básica de saúde.

 

Nosso desafio neste momento de solidariedade, é seguirmos atentos, comprometidos com nosso trabalho e cuidando uns dos outros, para vencermos esta pandemia!

Muito obrigado a todos.

 

Jorge Henrique Sampaio (Presidente)              Juliano Mattar Dell’Agnolo (CFO)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.