Granel de Exportação

Conforme divulgado em dezembro no ano passado, o Porto de Paranaguá contrasta com o cenário econômico nacional. Enquanto os investimentos no Brasil estão em queda, a iniciativa privada vai investir R$ 1,1 bilhão no porto paranaense em 2016, segundo anunciou à época o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino. De acordo com ele, em apenas um dos projetos previstos, da empresa Rocha Terminais Portuários e Logística S/A, para ampliar a capacidade de exportação no Porto, estão sendo investidos cerca de R$ 300 milhões.

A Rocha Terminais Portuários e Logística S/A, que atua no Porto de Paranaguá e em outros portos há mais de 152 anos, é uma das empresas mais antigas do país, e opera em Paranaguá, principalmente, na importação de granéis sólidos, possui um armazém arrendado e alfandegado de carga geral e de projetos no Porto, e operações nos portos de São Francisco do Sul-SC e Guarujá-SP, bem como relevante participação societária na Cattalini Terminais Marítimos S/A (operação de granéis líquidos) e investimentos em outras empresas de granéis sólidos nos portos de Rio Grande-RS (VANZIN), São Francisco do Sul-SC (Fullport) e São Luiz-MA (COPI).

O novo projeto contempla a construção de quatro silos horizontais para a movimentação de granéis agrícolas, com capacidade estática total de aproximadamente 300 mil toneladas e que serão conectados com as esteiras transportadoras do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. O potencial é para movimentar mais de 8 milhões de toneladas de grãos por ano. Além disso, o complexo contará com um sistema de recepção diária de cargas para aproximadamente 471 caminhões do tipo bitrem e 210 vagões, quatro balanças rodoviárias e quatro balanças ferroviárias.

E as obras de construção de seus armazéns para operar na exportação de granéis sólidos (soja, milho e farelo) no porto paranaense, conforme anunciado em dezembro de 2015 pelo diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, estão a todo vapor, com cronograma antecipado, conforme foto abaixo (de fevereiro de 2016).

A ROCHA Terminais Portuários e Logística recebeu oficialmente a certificação como OEA (Operador Econômico Autorizado) para o nosso Granel de Exportação – GEXPO que fica em Paranaguá. Esse é o primeiro terminal de granéis sólidos para exportação de grãos e farelo de Paranaguá a receber essa certificação da Receita Federal do Brasil.

OEAS_GEXPO_ADE_01_de_05.02.2019_Certificado-294

Contatos

Granel de Exportação – GEXPO

Av Coronel José Lobo, s/n Porto,
Paranaguá / PR
CEP: 83230-310

Agendamento Carga Online

Tel: +55 (41) 3420-2290
dcamargo@rochalog.com.br
eduardo.campos@rochalog.com.br
gabrielle.sato@rochalog.com.br
portaria.gexpo@rochalog.com.br
recepcao.gexpo@rochalog.com.br

Prugner's Digital Marketing